Inspiração

‘Meu marido sofre de obsessão sexual – devo perdoá-lo?'

Namoro de 686109

O amor aqui estaria longe dos padrões da sociedade, mas sem confundir fidelidade com promiscuidade. Mas imagine amar tanto uma pessoa a ponto de querer que ela viva outras paixões, conheça novas pessoas e depois volte para os seus braços na certeza de que ninguém é mais importante para ela do que você. E isso é ótimo, é o que nos faz sentir aquele delicioso friozinho na barriga. As vezes eu acho q sou meio anarquista quanto ao amor. Eu comecei um relacionamento que parecia ser um conto de fadas.

Navegação de Post

Comecei perguntar se ela queria transar com 2 caras eu e mais um e ela me respondeu se eu teria coragem de comer ela restante outro cara. Ela ficou enrolando mas eu sabia que ela toparia. Pois eu tinha visto o quanto o assunto a deixou excitada. Ele se assustou mas logo topou. Um dia no final da tarde ele foi la pra casa e começamos a beber. Minha esposa ficoi super envergonhada mas estava disposta a fuder com ele. Na saída o convenci a esperar mais um pouco pra que minha esposa fizesse ao menos um boquete. Ele topou. Entrei com ele pro quarto e ficamos aguardando minha esposa vir.

ENVIAR MENSAGEM PARA COMUNIDADE

Nome, Karen Charmaine Chanakira. A jornalista Sangita Myska, apresentadora do podcast da BBC Viciados em Sexo, entrevistou algumas dessas pessoas: uma delas é uma mulher que, após 20 anos de casório, descobriu que seu marido tinha uma vida secreta. Nós namoramos por alguns anos, depois nos casamos e ficamos juntos por duas décadas. Tivemos prole. Meu marido era um homem de negócios bem sucedido, que viajava largamente a trabalho. Eu ficava muito em casa, sozinha, cuidando das crianças. Ele voltava nos finais de semana. Ele parecia feliz quando estava em domicílio. Seu notebook estava aberto.

Categorias

Quem usa aplicativos tradicionais de relacionamento, tais como Tinder e o Happn, sabe que uma parte dos perfis é de pessoas comprometidas em busca de saídas casuais. No Brasil, um dos serviços mais famosos se chama Ashley Madison. Apesar da origem norte-americana, de acordo com informações divulgadas pela estabelecimento, o Brasil é o país que mais utiliza os serviços para as puladas de cerca. No site ou aplicativo, é possível criar o cadastro gratuitamente. Por exemplo: mulher comprometida à procura de homens, mulher procurando mulheres.

Leave a Reply

Your email address will not be published.